Ao fundo uma amendoeira e suas folhas cadentes

… me lembram o meu saudoso Pai , o Prof. Leonel de Andrade Velloso … e sua última aula !  Ele estava doente e no fim de sua vida foi inúmeras vezes transportado de ambulância para um pronto socorro cardíaco . Em uma dessas viagens eu ia no carona da ambulância conversando com o motorista . Foi uma experiência e tanto viajar com a sirene ligada através de trânsito congestionado rumo ao hospital. A certa altura eu comentei com o motorista sobre a cor das folhas velhas das amendoeiras que caiam nessa época do ano . Dizia ser curioso umas terem a cor amarela e outras avermelhadas . Meu Pai lá do interior do salão da ambulância com visível dificuldade e em voz gutural deu sua última aula : ” Aqui no Rio de Janeiro existe muito aterro e a terra para esses aterros procedem de diversos lugares … umas vem com enxofre e outras com potássio (acredito lembrar corretamente ) … assim o enxofre produz a cor amarela e o potássio avermelha” .Aprendemos e agradecemos ao professor …Requiem por meu saudoso e querido Pai …que Deus o tenha na sua Glória . Até mais .