… do produto da economia de nossa Nacão tenho a dizer que ela acertou em cheio … é isso mesmo , por aí chegaremos lá ! Mas é preciso atentar que frases bonitas que rendem voto não acrescentam por si mesmas e sim enganam e conduzem ao inverso . Explico : os antecessores calibraram mal sua pontaria e deu em nada , porcaria, ou pouca coisa .Pouca coisa no governo FHC …MAS FOI O INÍCIO POIS NO ANTERIOR DEU EM PORCARIA …ie… CONCENTRACÃO DE RENDA NO TOPO DA PIRÂMIDE COM CONSEQUÊNCIAS SOCIAIS DESAGRADÁVEIS .Já no do antecessor ,houve melhoria das condicões reais da populacão pobre mas puro engodo pois a grana injetada nas camadas de menor poder aquisitivo retornou ao topo da pirâmide enriquecendo muitos ….até quem acusava o FHC DE LATIFUNDIÁRIO POR CONTA DE SUA PEQUENA PROPIEDADE RURAL  terminou com duas enormes em sua família … tudo bem pelo menos algo foi feito .Penso que só haverá crescimento sustentável com distribuicão via capitalizacão das camadas mais pobres da populacão . O dinheiro precisa ficar retido lá nas mãos deles rendendo juros de mercado, e propiciando fomento familiar complementar das obrigacões constitucionais do governo… A JUROS REDUZIDOS AO NÍVEL SUPORTÁVEL  pelo sistema financeiro do Pais .Os bancos privados, e estatais, seriam convidados a oferecer carteiras de fomento familiar aos mais pobres da Nacão . O dinheiro viria de Políticas de Fomento Social do governo proporcionadas ao crescimento do PIB .É IMPORTANTE O CONCEITO DE QUE AS FAMÍLIAS PRECISAM SER CAPITALIZADAS POIS AO CONTRÁRIO ESTAREMOS INJETANDO ESMOLAS DAS QUAIS OS MAIS PROVIDOS ECONÔMICA E/ OU POLITICAMENTE seriam na verdade os maiores beneficiários . Nessa visão as famílias receberiam um capital que ficaria retido pelo praso suficiente ao fim do qual poderia haver retiradas controladas, e o mais importante é que haveria a possibilidade de trocar a retirada por empréstimos do fomento para saude e educacõo sempre condicionada ao efetivo progresso na mobilidade vertical medida por parâmetros reais .O governo se associaria à essas famílias complementando o custeio da educacão e da saude sempre que comprovado o efetivo engajamento no plano de mobilidade vertical . Aproveito a oportunidade para repisar o que já foi objeto de postagem anterior : o vetor mobilidade vertical tem que ser introduzido nos modelos de desenvolvimento nacionais… na ocasião discorri sobre a Teoria dos Tipos de Existência imaginada pelo meu Pai um dos primeiros economistas do RJ .Vejam no link : http://connscienciacritica.blogspot.com.br/2011/08/e-notoria-incapacidade-das-autoridades.html  (copie e cole no seu navegador )

Parabéns Dilma  sua decisào de promover o desenvolvimentonacional distibuindo o bolo a medida que for sendo produzido é louvável …mas atente para o que foi exposto acima : a forma de distribuir não pode ser aleatória pois assim estaríamos incidindo no mesmo engodo do seu antecessor . Até mais.

.

. .