.Planeta Azul…

Não sei se
os meus olhos
soltam as tuas palavras.

Caminho no meio delas,
acarinho-as docemente,
danço ao som da valsa
que elas me fazem ouvir.

Quero ser
menina eterna
de azul vestida,
como o mar
de asas de condor
e aprender a voar.

Leio-te…
mas será que te entendo?

Será que vês o interior
da minha alma
que reflecte o meu coração
que te lê, mas não te vê?

Palavras…
que fazem sonhar
ou que magoam
como pregos
espetados na
minha forma de amar.

Eis-me,
sensível,
tremente,
solitária
no meio
de tanta gente Ora feliz entre as flores qual rainha em seu reino , ora feliz entre os pássaros seus companheiros em voos pela beleza sem fim ,